segunda-feira, 9 de julho de 2018

Uma farra-virtual que arromba os cofres públicos na vida-real

Terceiro contrato-escândalo do inconsequente-Xambomba é o mais aviltante contra os contribuintes


Depois de polemizar sobre os escandalosos contratos 018/2017, da assessoria de comunicação que falseia...

...e do 010/2017 para esfaquear os contribuintes com uma locação de programa de sistema de gestão...

...que custa em média um-salário-mínimo, e a ge$tão-Xambomba torra CINCO SALÁRIOS-E-MEIO...

...vamos agora abordar um terceiro contrato-escândalo, com as seguintes informações contidas no extrato de contratação:


009/2017“Suporte técnico de primeiro e segundo níveis em microinformática, terceiro nível em administração de rede lógica baseado em tecnologia Microsoft, e nas tecnologias de infraestrutura e sistemas utilizados pela câmara municipal. Contemplando os serviços de gestão e monitoramento das atividades da unidade, bem como desenvolvimento e manutenção de portais institucionais com criação e gestão de conteúdo para web incluindo-se mídias sociais”, R$ 5.100,00 por mês.


Todo palavrório acima não passa de mera enganação processual, enxertando diversas atividades-fantasmas na prestação do serviço...

...que na verdade é praticado somente o que está em negrito e itálico, “suporte técnico de primeiro e segundo níveis em microinformática”...

... “suporte técnico em rede lógica e manutenção dos portais institucionais”, do resto, tudo foi balela-fraudulenta...

...pois nenhuma empresa presta variadas modalidades de serviços como os que foram contratados...

...ou a empresa é especializada em manutenção de microcomputadores, de rede lógica do sistema de gestão, e manutenção dos portais institucionais...

...ou a empresa é especializada em criação e gestão de conteúdo para mídias sociais.

Sobre o serviço para “criação e gestão de conteúdo para mídias sociais” contido no Contrato 009/2017, é um inegável descaramento...

...ao passo que temos no Contrato 018/2017 o mesmo objeto contratado sendo prestado por outra empresa, quee diga-se de passagem, um verdadeiro assalto...

...com o pagamento mensal de R$ 6.200,00 para tão somente alimentar duas páginas no Facebook, de conteúdo paupérrimo...

...sem produção de vídeos, somente com fotografias desenquadradas e textos rasos que desnutrem a publicidade-enganosa-Xambomba...

...escandalizando os cofres públicos municipais com a contratação superfaturada do mesmo serviço DUAS VEZES...

...e que na prática, o referido serviço sequer é executado UMA VEZ a contento.



A título de comparação, para que o contribuinte bom-jesuense tenha a dimensão do escândalo...

...nas imagens a seguir, temos o mesmo serviço prestado pela mesma empresa, em quatro contratos diferentes.

Secretaria Municipal de Saúde de BJI – R$ 1.600,00/mês

Secretaria Municipal de Educação BJI – R$ 1.400,00/mês

Prefeitura de Apiacá - R$ 450,00/mês

Prefeitura de Bom Jesus do Norte – R$ 550,00/mês

Cabe ressaltar que os valores desses serviços são variáveis de acordo com a quantidade de computadores...

...e também de acordo com a quantidade e complexidade dos programas de informatização da gestão que são utilizados na rede...

...e como todos sabem, a estrutura de informatização da câmara de vereadores de BJI é muito inferior às prefeituras de Apiacá e Bom Jesus do Norte...

...e abissalmente inferior a complexidade das secretarias de saúde e educação da PMBJI.



Ao se presidente-Xambomba, recomendo providenciar coletes-salva-vidas...

...pois essa canoa-legislativa está furada, à deriva, e certamente vai virar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário