terça-feira, 17 de julho de 2018

Em Boa Ventura, uma difícil realidade que canaliza um “grito de independência”

Distrito itaperunense, localizado entre Bom Jesus do Itabapoana e Italva, se inquieta

Imagens: Facebook/Anuncia Boa Ventura
Diante do desastroso governo do doutor-Estranho-da-prefeitura, moradores de um dos maiores distritos da região noroeste se rebelam...

...com a proposta sendo veiculada em uma rede social local, gerando grande polêmica entre os cidadãos que lá residem...

...fato é que o tema dividiu opiniões inicialmente, entre contrários e favoráveis...

...mas que saiu das redes sociais ganhando as ruas com a maioria da população aderindo a ideia.

Boa Ventura apesar de distrito, tem população e uma economia maior do que muitos municípios brasileiros...

...somente para exemplificar em nossa região do Vale do Itabapoana, os municípios capixabas de Apiacá, Bom Jesus do Norte e São José do Calçado...

...são bem menores do que Boa Ventura, que segundo informações extraoficiais, conta com população total de pouco mais de 21 mil habitantes...

...com aproximadamente oito mil e quinhentos residindo no núcleo urbano do distrito itaperunense...

...ao passo que a população total de Apiacá é de menos de oito mil, BJN pouco mais de dez mil e S. J. do Calçado menos de treze mil...

...isso em números gerais moradores do núcleo urbano e zona rural.

Apesar de ter a maioria de sua população residindo na zona rural, o núcleo urbano de Boa Ventura conta com movimentada economia...

...tradicionalmente comércio e serviço, e diferente da maioria dos distritos da região...

...lá temos um forte movimento industrial com seu polo de confecções, que inclusive gera emprego para cidadãos bom-jesuenses...

...aproximadamente oitenta trabalhadores da Serrinha que estão empregados em Boa Ventura.

O comércio local conta com três supermercados, três padarias, cinco restaurantes e aproximadamente vinte lanchonetes...

...tendo ainda incrementando o setor industrial de Boa Ventura a fábrica de laticínios A.F. Nunes Rangel.

Como alternativa de mercado, os moradores recorrem a vizinha Italva, assim como para movimentações bancárias dentre outras atividades burocráticas...

...evidenciando o completo distanciamento de uma importante comunidade itaperunense do próprio município de Itaperuna.

Este distanciamento geográfico, econômico, político e social que separa Boa Ventura de Itaperuna...

...sempre existiu e se agrava na atual administração municipal, com a total falta de atenção do executivo com a maioria dos distritos...

...e Boa Ventura é o mais impactado por conta de sua posição geográfica totalmente fora do eixo itaperunense.


Pórtico de entrada e saída de Boa Ventura prestes a desabar,
retrato fiel do descaso público com a comunidade (
Imagem: Facebook/Anuncia Boa Ventura).

Indiscutível a legitimidade da sociedade de Boa Ventura em postular a emancipação político/administrativa...

...não obstante, trata-se de um processo extremamente complexo, e na atual conjuntura política que vivemos, as dificuldades somente se agravam...

...mas nada que possa parecer impossível de transformar, iniciando o debate com grande adesão a ideia...

...necessita-se de lideranças populares locais para arregimentar de forma organizada o movimento...

...para ir em busca de apoio parlamentar na esfera federal, para se obter a aprovação do processo emancipatório que se galga.

Este debate que se iniciou em uma rede social local, ganhou as ruas e é inédito na história de Boa Ventura...

...sendo um claro indicador da profunda insatisfação popular com o governo municipal de Itaperuna...

...que se vê na iminência de perder um importante polo arrecadador, com um campo eleitoral de quase quinze mil eleitores.

À sociedade bem-aventurada de Boa Ventura, manifesto meu apreço pelo desejo revolucionário de se construir a própria história...

...que somente se engrandece e valoriza, quando forjada na luta que envolve o senso coletivo das pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário