terça-feira, 24 de julho de 2018

Eleições 2018: Ilusionismo-emedebista mergulha às raias do surrealismo

Estratégia de campanha de Branca-Morrttaa será típica dos charlatões-religiosos


Recentemente o blog do Putre-cido-boçal-que-usurpa-Rosal promoveu um contorcionismo bizarro...

...ao tentar iludir a opinião pública que Marco Antônio Cabral, é tão diferente do pai, que praticamente não é mais filho do pai-sidiário...

...que o menino Marco Antônio não é mais Cabral, ele não nasceu nas hostes da corrupção-emedebista que arruinou com o estado...

...e muito menos que tenha sido secretário de esportes do desgoverno-Pezão, promovendo um nefasto cabide de emprego...

...no programa “Suderj Informa”, com núcleos esportivos invisíveis espalhados por todo estado...

...inclusive com o filho da ex-prefeita inserido no quadro de monitores-fantasmas do programa esportivo.

Outro contorcionismo-publicitário em andamento na quadrilha-emedebista, é fazer com que a opinião pública não se lembre de Paulo Mello...

...que por estar preso, ele lançará sua esposa para ocupar sua vaga na ALERJ, consumando assim a chapa-parla-carcerária-emedebista...

...que dona-Branca-patroa-do-Putre-cido-boçal-que-usurpa-Rosal irá trabalhar intensamente nas eleições que se aproximam...

...com o claro objetivo de fazer os eleitores bom-jesuenses que vale apena votar em dois testas-de-ferro de dois presidiários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário