sábado, 15 de abril de 2017

É a Redentor que precisa DESESPERADAMENTE do H.S.V.P., e não o inverso

A sociedade tem o direito de saber sobre alguns fatos que ainda não vieram à tona, e que são preponderantes neste processo entreguista de um dos maiores patrimônios PÚBLICOS de Bom Jesus do Itabapoana

O projeto de transformar o Hospital São Vicente de Paulo em hospital escola de um curso de medicina não surgiu com este contrato com a Faculdade Redentor, esta ideia nasceu em 2012 com a FAMESC-BJI, que já estava praticamente com tudo certo para ter autorização do MEC para a implantação do curso de medicina no Campus Bom Jesus do Itabapoana.



Não sei informar o que se consumou com a tramitação da faculdade de medicina FAMESC, se está aguardando a aprovação final ou se desistiu do processo, fato é que com a FAMESC o convênio com o hospital seria infinitamente mais vantajoso do que este com a Redentor, inclusive Bom Jesus do Itabapoana também seria diretamente beneficiado com a chegada de alunos de medicina de diversas cidades da região, gerando novas perspectivas de emprego e renda.

É importante que todos saibam que a Faculdade Redentor tem planos audaciosos de expansão de seu curso de medicina, e esta procurou por diversos municípios da região Norte e Noroeste Fluminense por um hospital para abriga-los, e somente o São Vicente está disponível e com uma estrutura que é a melhor de todos os municípios, exceto Campos dos Goytacazes e Itaperuna, mas que nessas praças não há hospitais disponíveis para a parceria.

Se este convênio com a Faculdade Redentor fosse de fato vantajoso para o H.S.V.P. e para Bom Jesus do Itabapoana, os termos celebrados em contrato já teriam sido amplamente divulgados na imprensa e redes sociais, mas até o momento não se falou quando a instituição de ensino começará a investir na reestruturação do hospital, o que consistirá neste investimento de reestruturação e muito menos qual vai ser a vantagem financeira para o Hospital São Vicente se recuperar, está tudo lacrado na promiscuidade do Centro Popular Pró Melhoramentos.

Para que todos tenham a dimensão do quanto nocivo este convênio São Vicente/Redentor é para o desenvolvimento de Bom Jesus do Itabapoana, se o mesmo for de fato estabelecido no período de vinte anos, isso significa que estará sepultada qualquer possibilidade de termos em nosso município uma faculdade de medicina instalada aqui nos próximos vinte anos.

Se é para fazer do Hospital São Vicente de Paulo um hospital escola de um curso de medicina, que esta faculdade esteja com seu campus e seus alunos INTEGRALMENTE em Bom Jesus do Itabapoana, isso sim resulta em desenvolvimento econômico e social, caso contrário, com a Redentor estaremos alijados a condição de explorados por uma instituição que levará seu lucro obtido aqui integralmente para Itaperuna, é isso mesmo que os bom-jesuenses querem para nosso futuro?


Nenhum comentário:

Postar um comentário